3ª fase do Pronampe em negociação e sua empresa poderá contar com mais apoio financeiro!

3-fase-do-pronampe-em-negociacao-e-sua-empresa-podera-contar-com-mais-apoio-financeiro
O governo está negociando a extensão do programa de crédito para micro e pequenas empresas, o Pronampe, com o Congresso Nacional.

Compartilhe nas redes!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Pronampe: 3ª fase já está em negociação

Cerca de R$ 12 bilhões devem ser liberados para garantir que recursos continuem fluindo para essas empresas.

O governo está negociando a extensão do programa de crédito para micro e pequenas empresas, o Pronampe, com o Congresso Nacional.

O objetivo é transformar a iniciativa bem-sucedida em tempos de crise em outra ação para garantir que os recursos continuem fluindo para essas empresas.

O assessor especial do Ministério da Economia Guilherme Afif Domingos informou que cerca de R$ 12 bilhões inicialmente programados para a linha de crédito de pagamento da folha de salários sejam redirecionados para o fundo garantidor do Pronampe ainda este ano. Com isso, o programa ganharia fôlego para continuar operando a partir do ano que vem.

As condições devem ser ajustadas para permitir que se faça mais com o mesmo dinheiro. Segundo Afif, o governo vai garantir 100% do valor de cada operação, até o limite de 30% da carteira de cada um dos agentes financeiros. Hoje, esse limite é de 85% da carteira, dado que muitas empresas em dificuldade estão buscando acesso ao crédito.

“Em tempos de paz, o risco é menor”, explicou Afif, ressaltando que mesmo em condições normais é difícil chegar a uma inadimplência de 30%.

Ampliação do Pronampe

Com a mudança, o banco poderá emprestar até três vezes mais com o mesmo recurso depositado no fundo garantidor do Pronampe, estima o governo.

Além disso, para compensar o risco maior para a instituição financeira, o juro deve ser um pouco maior que os atuais Selic (hoje em 2% ao ano) mais 1,25% sobre o valor do crédito concedido.

Segundo Afif, a nova taxa ainda está em negociação, mas deve ficar entre 6% e 8% ao ano. Mesmo maior, a taxa ainda deve ser mais competitiva que o custo do crédito no mercado: ”Vamos usar experiências da guerra para tempos de paz.”

Fonte: Contábeis

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Saiba Tudo Sobre O Dctfweb E Aproveite As Facilidades Deste Sistema Para A Sua Empresa Blog - Quero montar uma empresa

DCTFweb: conheça esse conceito e fique por dentro das dicas

Aproveite as facilidades da DCTFWeb para a sua empresa Com a DCTFWeb, sua empresa tem os débitos e créditos analisados, sendo possível a correção, se houver divergências. Esse sistema foi elaborado para auxiliar sua empresa. Aproveite as dicas do post

O Que Voce Precisa Saber Sobre Um Investidor Anjo Blog - Quero montar uma empresa

Investidor-anjo: do que você precisa saber?

Entenda como funciona um investidor-anjo Compreender alguns pontos importantes sobre um investidor-anjo é fundamental para que saiba como solicitar o seu apoio Encontrar recursos e fontes de investimento para um negócio é uma tarefa um tanto quanto delicada, afinal, dependendo

Saiba Os Passos Para Renegociar Suas Dividas Corretamente Blog - Quero montar uma empresa

Renegociar dívida: quais os passos?

Saiba quais os passos para renegociar dívidas corretamente Compreender o que precisa ser feito durante o processo de renegociação das dívidas é fundamental para obter êxito O processo de renegociação de pendências, ou seja qual for a dívida, certamente é

Descubra Agora O Que E O Fator R E Entenda A Sua Importancia Para Uma Empresa Blog - Quero montar uma empresa

Fator R – pague menos impostos no Simples Nacional!

Descubra agora como o cálculo do Fator R pode te ajudar a pagar menos impostos! A depender do Anexo do Simples Nacional, um prestador de serviços pode recolher menos em impostos por conta da variação das alíquotas Um dos fatores

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Entenda como funciona a exclusão do simples nacional e saiba…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top
Open chat